DIA NACIONAL DA BÍBLIA -Dom Frei Caetano Ferrari, O F M





É o que celebramos neste último domingo de setembro, mês dedicado à Bíblia, instituído que foi pela Igreja para promover entre nós, os cristãos, o conhecimento e o amor aos Livros Sagrados, através da sua leitura orante e meditação cotidiana, atenta e piedosa. Guardemos no coração e na mente a chamada do Papa Francisco que disse: “As palavras da Sagrada Escritura não foram escritas para ficarem presas no papel, mas para serem acolhidas por quem reza, fazendo-as germinar no seu coração”.

Quem não é contra nós, é por nós - Mc 9, 38-43.45.47-48.

Segundo São Marcos, São João disse a Jesus: “Mestre, vimos alguém que não nos segue expulsando demônio em teu nome, e o proibimos porque não nos segue”. Ao que Jesus corrige dizendo que o bem se pode fazer também fora da Igreja, pois “quem vos der a beber um copo de água, porque sois de Cristo, não ficará sem receber a sua recompensa”. Além do mais, que mal há nisso? Com efeito, ninguém tem o monopólio do bem e da caridade. No pensamento de São Marcos, importante mesmo é que o nome de Jesus seja honrado. Seu nome é honrado ainda quando os dons cristãos floresçam fora da Igreja. E o bem venha de onde vier é sempre bem-vindo se vier em favor dos pobres. É o que se deduz da fala de Jesus: “Ninguém que faz milagres em meu nome poderá logo depois sair falando mal de mim”. Ou “quem não é contra nós está em nosso favor”. A acumulação egoísta da riqueza é sempre fruto do roubo da mão, do poder opressor do pé e da inveja do olho gordo que a tudo cobiça. Que estes vícios sejam tentações vencidas e pecados graves cortados pela raiz, a fim de que se estabeleçam com soberania a igualdade, solidariedade e liberdade, valores do Reino de Deus.

Que todos profetizem - Nm 11, 25-29.

Os setenta anciãos assistentes de Moisés receberam também o Espírito para auxiliarem a Moisés a exercer sua missão libertadora. Ora, dois escolhidos para receber o Espírito não foram à Tenda do Encontro. No entanto, mesmo assim receberam o Espírito no próprio acampamento e começaram a profetizar. Josué pediu a Moisés para que proibisse os dois de profetizar, sob a alegação de que o Espírito não teria descido sobre eles, uma vez que não se encontravam na hora aprazada na Tenda da Reunião. Moisés, porém, respondeu: “Por que te mostras tão ciumento a meu respeito? Oxalá que todo o povo de Deus profetizasse e o Senhor infundisse a todos o seu Espírito”. A mensagem nos ensina que o Espírito do Senhor age inovando na Igreja, mas também além das estruturas eclesiásticas. Inclusive na perspectiva da dimensão ecumênica e inter-religiosa o Espírito age através dos irmãos separados e até mesmo dos não cristãos, quando são homens e mulheres de boa vontade.

As vossas riquezas estão apodrecidas - Tg 5, 1-6.

São Tiago pronuncia o castigo que virá em breve sobre os ricos egoístas se não se converterem no tempo oportuno. Acumularam grande quantidade de bens que apodreceram ao invés de utilizá-los para atender às necessidades dos indigentes. O Apóstolo tanto mais repreende a conduta deles quanto está próxima a vinda iminente do Senhor. Abri os olhos e vede bem que “O vosso ouro e a vossa prata estão enferrujados e a sua ferrugem testemunhará contra vós e devorará as vossas carnes”. Cuidai para não colocar sua segurança nos bens temporais nem em vós mesmos, mas praticai a justiça pagando o justo salário aos vossos empregados e agi na caridade testemunhada para com os mais pobres. Assim sendo, colocareis a vossa segurança nas realidades do Reino que perduram para sempre e levam à vida eterna.

16 visualizações